6.13.2008

Declaração de amor à francesa


No dia dos namorados, eu que não tenho um mas, nem por isso vou deixar de declarar um amor, vou começar a contar sobre a minha viagem afinal, foi a partir dela e de seus cantos maravilhosos de Paris que descobri o meu maior amor- o próprio.

A minha vida inteira pensei no dia em que eu, finalmente, realizaria meu grande sonho: cozinhar na França e viver sua cultura gastronômica. Muitos achavam que não passava de uma besteira de criança gulosa quando eu falava, e que só os ricos e melhores poderiam fazer isso. Mas como qualquer mineiro, sempre tive um lado gouche de ver a vida e, quietinha, fui juntando meu dinheiro até que a grande oportunidade veio. Ela chegou num dia em que estava meio desanimada com a vida e foi simplesmente impossível recusar. Estava decidido: iria passar um mês de férias na Provence, fazendo um curso de culinária e vinhos típicos da região.
Para quem gosta de culinária, história, sabores e cheiros, ir para lá é mais que uma experiência é um aprendizado. E, para isso, tive que esquecer as calorias e me deixar levar apenas pelo prazer e curiosidade de novos sabores, o que me rendeu alguns quilos extras.Paciência, afinal, não comer bem na França é total ignorância e pobreza de espírito.As cores da Provence foram pintadas por famosos como o Monet. Já a culinária Provençal se diferencia da clássica francesa basicamente por usar o óleo de oliva na sua composição, no lugar da manteiga. Na região encontram-se muitas oliveiras. Ou seja, além de apurar o sabor, fica bem mais saudável.
O frescor e a variedade dos vegetais, temperos e peixes, podem ser encontrados nos mercados e feiras e observados em pratos típicos.
O passeio pelas ruas de qualquer cidade pelos mercados faz qualquer pessoa mais feliz. Eu poderia passar um dia inteiro contado do que vivi lá para mas, tem coisas que só vivendo para saber. Definitivamente, é por essas e outras que vale a pena sonhar.

5 comentários:

Tuca disse...

Caraca,

que delícia! Quero muito experimentar algumas dessas coisas... armonizada com um St. Emilion? Porque nada mais gostoso que um vinho branco geladinho, com uma comida puxada no azeite!

Além disso, parabéns! Sempre soube que vc ia!

carlinhos de lima disse...

Que bom que estás de volta!!!!!!!!!!
Saudades.

Gus disse...

Temos que marcar depois para vc continiuar contando já que no blog vc foi muito rapida.
Bjos

monica disse...

parabens,estou orgulhosa de vc!!!!!viva seu amor proprio!!!titia Monica

Fer Ayer disse...

Cade as fotos deste passeio maravilhoso?
Beijos