10.24.2007

Alimentos desprezados I.

O brasileiro é um povo um tanto quanto preconceituoso com certos alimentos. Eu que sempre, tentei comer de tudo(juro que provo, e lógico que tenho minhas preferencias), acho xistoso desprezar as coisas só pela aparência ou por ser algo incomum a sua vida diária. Por isso, irei fazer minha campanha pró excluidos gastronomicos falando um pouco sobre eles e sugerindo receitas.
Para começar bem light, vou falar da carne de segunda. Ela é assim chamada por ser mais rígida que a de primeira, ou seja, por serem as partes onde o boi mais se exercita e assim ficam "duras". O que muitos não se lembram é que para fazer assados, guisados e até o carpaccio, a carne de segunda é fundamental.
Exemplos de pratos deliciosos: Rabada, Goulash, Vaca atolada, etc...

Encontrei até um versinho sobre o acém. Vejam que fofo!


A carne do acém é pouca mas sabe bem.
Almoço cedo cria carne e sebo; almoço tarde, nem sebo nem carne.
Carne de acém é pouca e sabe bem, mas não é para quem filhos tem.
Carne de cão, em três dias fica sã.
Carne de hoje, pão de ontem e vinho de outro Verão fazem o homem são.
Carne de peito, sem proveito.
Carne magra, de porco gordo.
Carne mal lograda, cozida e não assada.
Carne nova, de vaca velha.
Carne que baste, vinho que farte e pão que sobre.
Carne sem osso, proveito sem trabalho.
Da carne faz o guisado, das peles guisa o engano.
Do peixe a pescada, da ave a perdiz, da carne a vitela.
Fraco é o cão que não come a carne que lhe dão.
Gado que não puxa não dá boa carne.
Não há amor como o primeiro, nem pão como o alvo, nem carne como a de carneiro.
Não há carne perdida a não ser lebre assada e perdiz cozida.
Pão de hoje, carne de ontem e vinho do outro Verão fazem o homem são.
Pão que sobre, carne que baste, vinho que falte.
Quem come cedo, cria carne e sebo.
Quem come tarde, não cria sebo nem carne.
Quem comeu a carne, que lhe roa os ossos.
Se mal jantas e pior ceias, minguam as carnes e crescem-te as veias.
Se queres criar carne e sebo, deita-te tarde e levanta-te cedo.

Um comentário:

Luciana disse...

Olá, Clarissa, tudo bem?

Obrigada pela visita no BP. Achei seu blog bem bacana, parabéns.

Olha, passe pra mim seu e-mail, assim eu comento com você sobre o curso de francês, OK? Não se preocupe, o endereço não será publicado, uma vez que os comentários são moderados.

Aguardo seu contato, então.

Um abraço e sucesso!